Otimização de Sites SEO

Atenção Blogueiros e webmasters:vocês escrevem para os seus usuários ou para o Google?

Cuidados a se tomar para não perder seus leitores de vista, ao tentar ficar bem posicionado no google e outros buscadores…

escrever para o google

Quantas vezes você já não procurou algo no google, clicou no primeiro resultado que apareceu, e ao entrar no site, só havia um texto horrivel com a mesma palavra repetida a exaustão, e que não ajudava em nada no assunto que você estava procurando? E pra completar, haviam tantos anúncios do adsense, que mal dava pra identificar o que era cnteúdo e o que era propaganda. Pois é, se você já passou por algo assim, saiba que não foi a única pessoa no mundo a cair nesse tipo de “pegadinha”.

O que ocorre nesses casos, é que o webmaster dono desse site, na ânsia de ganhar dinheiro com adsense, acaba fazendo um texto raso, sem utilidade, péssimo para o usuário, com o intuito apenas de repetir palavras para serem encontradas pelo Google e o coloca em uma pagina cheia de anúncios.Isso é o que o Google costuma chamar de “fazendas de conteúdo” e é pessimamamente visto pelo buscador e também pelo programa adsense. Além disso, a taxa de rejeição vai nas alturas, pois o usuário clica, vê que o site nao lhe atende e fecha a página.

Bom, o motivo de estar falando sobre isso caro leitor, é justamente para lhe perguntar:você escreve para o Google assim como esses sites, ou realmente escreve para seu leitor, com artigos de qualidade e relevância para o mesmo.Quem afinal é seu público? Vamos falar então, por que é importante escrever para o usuário, e não para o buscador.Muitos dirão que visitantes fiéis não clicam em anuncios, e que boas mesmos são as visitas do Google.Ok, mas você quer depender do google pra vida toda? E se ele muda as regras como no recente caso do algortimo panda? E se o adsense fechar? Pois é, vou lhe mostrar por que é importante escrever para um público fiel.

Divulgação gratuita

Se em seus sites os texto tem foco no leitor, ele conquista um usuário e faz com que ele retorne.Quando isso ocorre, a chance ele se tornar um divulgador do seu trabalho é imensa.Uma vez que ele viu que seu conteúdo tem qualidade, é quase automatico do ser humano querer passar informações adiante.Se você ainda facilitar com que seu conteúdo seja compartilhado, como por exemplo utilizando botões de compartilhament em redes sociais, seu usuário passará a “trabalhar para seu site”, divulgando seus conteudos e lhe trazendo mais tráfego.

Taxa de Rejeição

taxa de rejeicao

Se seu usuário abre a página e fecha em seguida, com certeza sua taxa de rejeição irá atingir as alturas.Não é nada totalmente admitido pelo google, mas especula-se que a taxa de rejeição também é um dos fatores que ajuda no posicionamento dos sites nas buscas.Além disso, anuncientes não verão com bons olhos sites que possuem uma taxa alta de rejeição.Mas se você não quer ter outros anunciantes e quer depender do Google Adsense para sempre, tudo bem ;o)

Pageviews

Se o usuário que entra no site, sai assim que percebe que o site é apenas um “pega trouxa vindo do google” , sua primeira reação é com certeza fechar a página(não sem antes fazer um “elogio” a mãe do webmaster), e partir pra outra.Assim, seu pageview fica lá embaixo.Por que o pageview é importante? Bom isso é o que falarei sbre no próximo topico.

Anunciantes

Pois é, anunciantes diretos costumam render bem mais do que programas como o adsense e outros afiliados.O problema é que existem alguas exigências que eles empre pedem para pensar em investir em seu site:

-Taxa de rejeição baixa
-Alto pageview
-Pelo menos 1 minuto de permanência do usuário em seu site.

Porém, com apenas um artigo patrocinado por exemplo, é possivel ganhar a renda do adsense de uma semana, ou até de um mês,tranquilamente.Lógico que outros fatores influenciam, como contatos que você deve ter, construir seu midia kit relevância do seu site no seu meio, mas com certeza, não depender somente do adsense é algo que deve ser levado em consideração não é verdade?

Pois é pessoal, espero que a mensagem que eu tentei passar tenha ficado clara, mas se voc6e aina não compreendeu a mesma vamos repetir:escreva para seu usuário e não para o google!

Discorda da minha opinião? Concorda? Deixa sua opinião nos comentários!


Seja um leitor Premium, receba os artigos direto no email:


Almy
Almy Fróes é Analista de TI, problogger e compartilha no Mestre dos Sites o que aprendeu sobre WordPress, blogs, SEO e otimização de sites
Mais alguns posts interessantes:
escrever artigos
10 dicas para escrever artigos melhores no seu site!
Conheça alguns problemas graves da redação brasileira
mais rapido
Seu site está lento? Veja novas dicas para deixar ele mais rápido!
6 Comments
  • 11 11America/Sao_Paulo junho 11America/Sao_Paulo 2014 at 2014-06-11T11:11:27+00:000000002730201406
    Resposta

    […] 1) Mestre dos sites-Atenção Blogueiros e webmasters:vocês escrevem para os seus usuários ou para o Google? […]

  • 13 13America/Sao_Paulo novembro 13America/Sao_Paulo 2013 at 2013-11-13T11:25:52+00:000000005230201311
    Resposta

    Com essas atualizações frequentes no Algoritimo do Google, sabemos o quanto é importante ter um conteúdo exclusivo. Valeu pela dicas.

  • 4 04America/Sao_Paulo fevereiro 04America/Sao_Paulo 2012 at 2012-02-04T23:43:22+00:000000002229201202
    Resposta

    Olá Bruno,olá demais leitores! Nossa Bruno,você tem uma ampla visão do assunto,concordo com o Dermeval Junior,inclusive eu tinha um blog,em que a taxa de regeição só ia aumentando,e fui percebendo que as visitas do google só irião caindo,até que apaguei o blog,e estudei tudo denovo (e ainda estudo os conteudos dos Metas Blogs) e criei um novo blog,mais dessa vez mais maduro,mais enfim. No meu ponto de vista o Google tem sim acesso as taxas de regeição e usa elas como uma das bases para determinar quem aparecerá nas primeiras posições.

  • 2 02America/Sao_Paulo fevereiro 02America/Sao_Paulo 2012 at 2012-02-02T21:22:44+00:000000004429201202
    Resposta

    Eu pessoalmente acredito que a taxa de rejeição tem sim grande contribuição para o posicionamento de um blog ou site. Afinal, esse fator foi colocado do Google Analytics só a título de informação? sinceramente eu não acredito, principalmente porque faz todo o sentido que a taxa de rejeição seja um fator importante.

  • 28 28America/Sao_Paulo janeiro 28America/Sao_Paulo 2012 at 2012-01-28T13:49:00+00:000000000031201201
    Resposta

    Olá Mestre,

    Temos um ponto a mais para considerar nesse caso, que é o retorno do visitante ao Google com a possibilidade de “banir” o seu blog dos resultados. Se o leitor clicar em “voltar” no navegador e cair novamente no Google, existe a opção para não mostrar mais os resultados, ou seja, caso o blog tenha péssima qualidade, é quase que ir para a forca gradativamente.

    Abraços e ótimo artigo.

  • 27 27America/Sao_Paulo janeiro 27America/Sao_Paulo 2012 at 2012-01-27T14:21:00+00:000000000031201201
    Resposta

    Com a constante atualização do Google Panda acredito que esse tipo de problema vai passar a ser bem menor do que era antes. O Google ta pegando pesado para a felicidade de todos nós, blogueiros que se importam com o conetúdo. Ótimo artigo Almy.

    Abraços, Arlindo Armando

Deixe seu comentário

Your Comment*

Your Name*
Your Webpage